Montanhismo / escalada

 

 DESIGNAÇÃO DA ACÇÃO DE FORMAÇÃO 
Montanhismo/Escalada - Atividades de manobras com cordas (iniciação) - CCPFC/ACC-66425/11 
 
Calendário
 

Janeiro

23 (4ªF) ||19h00-23h00|,26 (Sab) |9h00-13h00|e |14h00-16h00|

Fevereiro

16 (Sab) |9h00-13h00|e |14h00-16h00|

Março

02 (Sab) |9h00-13h00| e |14h00-17h00|

 

INSCRIÇÕES

 
Informo que a ação "Montanhismo / Escalada...", tem início no dia 23 de Janeiro e as inscrições vão até ao dia 22, para formalizar basta clicar no seguinte link:
 
 
Modalidade: Curso de Formação 
 
Duração: 25HP 
 
Destinatários: Professores dos GR 260 e 620 
 
Para os efeitos previstos no artigo 5º do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente acção releva para os efeitos de 
progressão em carreira dos Professores dos Grupos 260 e 620 .Para efeitos de aplicação do nº 3 do artigo 14º do Regime Jurídico da Formação 
Contínua de Professores, a presente ação releva para a progressão em carreira, para os grupos de recrutamento 260 e 620 
 
2. RAZÕES JUSTIFICATIVAS DA ACÇÃO E SUA INSERÇÃO NO PLANO DE ACTIVIDADES DA ENTIDADE PROPONENTE 
 
Assegurar a aprendizagem de um conjunto de matérias representativas das diferentes actividades físicas, promovendo o desenvolvimento multilateral e harmonioso do aluno. 
Reconhece-se, ao professor a responsabilidade de escolher e aplicar as soluções pedagógicas e metodologicamente mais adequadas, investindo as competências profissionais desenvolvidas na sua formação nesta especialidade, para que os efeitos da actividade do aluno correspondam aos objectivos dos programas, utilizando os meios que lhe são atribuídos para esse fim. 
Este curso de formação, destinado a professores de Educação Física, procura dar resposta a necessidades concretas dos docentes das escolas associadas numa modalidade alternativa que diversas escolas têm as condições para o seu desenvolvimento. Esta iniciativa visa proporcionar formação específica tendo em vista a actualização científica e/ou pedagógica em áreas específicas. 
 
3. OBJETIVOS A ATINGIR 
 
- Praticar escalada numa parede artificial; 
- Aplicar as normas de segurança na execução e na utilização dos equipamentos; 
- Aplicar/verificar/executar “nós” adequados à prática a realizar; 
- Aplicar/verificar/executar a desmultiplicação de forças com cordas; 
- Discutir progressões de aprendizagem nesta área, nos diferentes níveis de ensino. 
 
4. CONTEÚDOS DA ACÇÃO (Práticas pedagógicas e didáticas em exclusivo, quando a ação de formação decorre na modalidade de estágio ou oficina de formação) 
- Material específico – 2h 
- Normas de segurança – 2h 
- “Nós” – 3h 
- Desmultiplicação de forças – 3h 
- Progressões de aprendizagem – 1h 
- Tipos de actividades com cordas – 4h 
- Prática – 10h: 
 - Escalada 
 - Rappel 
 - Slide 
 
5. METODOLOGIA DE REALIZAÇÃO DA ACÇÃO (Descriminar na medida do possível, a tipologia das aulas a ministrar: Teóricas, Teórico/Práticas, Práticas, de Seminário/Projecto/Estágio, ...) 
 
As metodologias a utilizar incluem: 
 Sessões essencialmente teóricas com recurso a metodologias expositivas com suporte a meios audiovisuais: 
 - Apresentação dos conceitos teóricos; 
 - Manuseamento de algum equipamento. 
 Sessões essencialmente práticas 
 - Exercitação da montagem de equipamentos, escalada, rappel e elaboração de “nós”. 
 
6. CONDIÇÕES DE FREQUÊNCIA DA ACÇÃO/Destinatários 
 
Docentes dos grupos de recrutamento 260 e 620 em exercício de funções 
 
7. REGIME DE AVALIAÇÃO DOS FORMANDOS 
 
- Obrigatoriedade de frequência de 2/3 das horas presenciais 
- Trabalhos práticos e reflexões efetuadas no final do curso, a partir das e nas sessões presenciais de acordo com os critérios previamente estabelecidos, classificados nas escola de 1 a 10, com a menção qualitativa de: 
 1 a 4,9 valores – Insuficiente; 
 5 a 6,4 valores – Regular 
 6,5 a 7,9 valores – Bom 
 8 a 8,9 valores – Muito Bom 
 9 a 10 valores - Excelente 
 
8. MODELO DE AVALIAÇÃO DA ACÇÃO 
 
- Inquérito aos formandos